quarta-feira, 23 de abril de 2008

Unificar o PT pra governar São Luís


Unificar o PT pra governar São Luís

O último domingo foi um dia de grande importante para a militância do PT de São Luís e para o tabuleiro de xadrez em torno da disputa pela prefeitura de São Luís. A política eleitoral do partido começou a ser delineada com o resultado da eleição para indicação dos delegados que participarão do Encontro que decidirá sobre a tática eleitoral. O resultado foi de certa maneira surpreendente pela vitória do quantitativo de votos da chapa que defende a candidatura própria e o nome de Bira do Pindaré como candidato, e sinaliza a opinião do conjunto da militância pela candidatura própria.

Em meio ao disse me disse cotidiano da mídia sobre quem ganhou e quem perdeu nas eleições de domingo é preciso dizer que os vitoriosos foram em primeiro lugar o Partido dos Trabalhadores que fortalece a sua democracia interna consultando a militância sobre os rumos do partido. Em segundo lugar a militância aguerrida do PT de São Luís. E por último, e mais importante pelo efeito simbólico, a tese da candidatura própria referendada pela maioria dos votos.

É hora agora de avaliar esse resultado tendo em vista qual a melhor tática eleitoral para o PT nas próximas eleições para que o partido assuma o lugar que merece na política de São Luís. Nesse sentido o grande debate se dará em torno das duas teses que saíram referendadas das eleições do domingo: a tese do grupo liderado pelo Presidente do DM Fernando Magalhães quer indicar o candidato a vice e coligar com os partidos ‘tradicionalmente aliados’, PC do B, PSB ou PDT. Já a tese Ousar Lutar, Ousar Vencer. Bira prefeito pra valer! defende a candidatura própria do PT e não descarta aliança com os partidos do campo popular e democrático ,forças que ajudaram a derrotar a família Sarney nas eleições de 2006.

Nas duas teses em questão existe uma diferença programática fundamental. Primeiramente não é exatamente claro as razões para indicação à vice dos partidos “tradicionalmente aliados”. Observando a história vemos que o PC do B já foi do governo Roseana, e o PT já foi vice do PDT em 1996 sofrendo boicotes nas gestão municipal. Cabe a pergunta: O que o PT e a cidade ganham ao coligar com o PDT indicando o vice?Como meu amigo artista Zé de Robson vem acertadamente lembrando nos últimos dias, nem meretriz apanha duas vezes do mesmo cliente e só mulher de malandro gosta de apanhar. Há de se dizer também que a administração pedetista em São Luís está saturada. Eles governam a cidade há 20 anos e convivemos com os mesmo problemas crônicos de sempre como de falta de infra-estrutura básica para a maioria da população, sobretudo da periferia, transporte público ineficiente, caos no trânsito, saúde em estado de calamidade, e... reforma de rotatórias de trânsito por quase um milhão de reais com o intuito de maquiar a cidade.

Já a tese da candidatura própria do PT parte da crítica ao vazio administrativo deixado pelo PDT em 20 anos de governo e apresenta à sociedade ludoviscense um projeto amplo de mudança de gestão afirmando os pontos do modo petista de governar, que inclui o orçamento participativo, a inversão de prioridades (governar para os mais pobres), o compromisso de transparência com o erário público dentre tantos outros. Mas não deve ficar só nisso, deve ser o portal de convergência daqueles que querem construir uma nova política para a cidade. Deve ser o vetor de uma política que afirme o legislativo como poder independente e fiscalizador do executivo. Esse sentimento de mudança existente nas ruas que a tese da candidatura própria representa.

O PT não pode vacilar nesse momento histórico para o partido na cidade. O PT não pode abrir mão de uma candidatura majoritária forte alavancando as campanhas de nossos candidatos à vereador revertendo a pífia situação de nosso partido na cidade, que é a única capital do Brasil onde o PT não tem bancada de vereadores. Para o encontro de domingo próximo devemos privilegiar o diálogo e o entendimento buscando a unidade partidária numa forte chapa majoritária que alavanque nossos candidatos à vereador. São Luís almeja mudanças, só falta o PT se erguer à altura desse desafio para governar e mudar São Luís.
Bruno Rogers – Militante da Juventude do PT de São Luís.
OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER. BIRA PREFEITO PRA VALER!

Um comentário:

Salar disse...

Warning! See Please Here